Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Feirantes desesperam por indemnizações

Mais de uma centena de comerciantes da Feira Popular vão pedir audiências aos vereadores da Câmara de Lisboa. A ideia é sensibilizar os autarcas para defenderem a conclusão do pagamento das indemnizações que lhes são devidas pelo fecho daquele parque de diversões.
15 de Janeiro de 2006 às 00:00
Feira Popular gera polémica
Feira Popular gera polémica FOTO: Jorge Godinho
Hoje deveria ser paga a última parcela dos 20,4 milhões de euros: ou seja, 15 milhões de euros. No entanto, “desde que este dossiê foi afecto ao vereador [e vice-presidente da Câmara de Lisboa] Fontão de Carvalho, aumentaram as divisões entre feirantes. Acabamos por andar para trás em vez de avançarmos nas negociações”. Constatação descrita ao CM pelo advogado Pedro Valido, representante de cerca de 120 dos 194 contratos da Feira Popular.
O especialista só vê duas hipóteses para o atraso: “A Câmara não tem dinheiro e usa uma divisão entre feirantes, que de facto existe, para protelar pagamentos. Ou então, Fontão de Carvalho, acredito, de boa-fé, deixou-se levar por um grupo económico que quer alterar estes valores”.
Diz o gabinete municipal que há dinheiro, mas só será entregue quando os feirantes se entenderem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)