Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Festa ilegal em Lagos já provocou 69 casos positivos de coronavírus

A situação está a gerar especiais preocupações aos responsáveis pelos lares de idosos.
Diana Santos Gomez e José Carlos Eusébio 18 de Junho de 2020 às 20:07
Festa ilegal em Lagos
Festa ilegal em Lagos

O número de infetados com Covid-19 relacionados com a festa ilegal que ocorreu em Odiáxere continua a subir tendo esta quinta-feira sido registados 69 casos, anunciou a Câmara de Lagos. Na sequência desta festa, realizada a 7 de junho, já foram testadas centenas de pessoas.

No pavilhão desportivo de Lagos formaram-se mesmo longas filas esta quinta-feira para a realização de testes.

O número tenderá a subir ainda mais à medida que foram sendo conhecidos os resultados dos testes.

Algumas empresas de Lagos chegaram a fechar as portas por medida de precaução, testando os funcionários e desinfetando as instalações.

Além de Lagos, outros concelhos também estão a ser afetados pelo surto de contágio, como Portimão.

A situação está a gerar especiais preocupações aos responsáveis pelos lares de idosos. A Misericórdia de Lagos decidiu avançar de imediato com a proibição de visitas aos utentes.

O provedor da instituição considera a situação como muito grave.

Para além de Lagos, a decisão de interditar as visitas aos utentes dos lares foi alargada a todas as Misericórdias do Barlavento Algarvio.

Até ao aparecimento deste surto, o Algarve era das zonas menos afetados do País pela Covid-19.

Lagos País pela Covid-19 Odiáxere Misericórdias do Barlavento Algarvio questões sociais saúde
Ver comentários