Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Festival abre-se aos petiscos

Os mais promissores talentos da cozinha portuguesa estão em destaque no 29º Festival Nacional de Gastronomia, que começou ontem em Santarém. A introdução de petiscos nas ementas dos restaurantes é outra das novidades do maior certame português do género, que espera receber 100 mil visitantes em 17 dias.
24 de Outubro de 2009 às 00:30

O público pode assistir ao vivo à confecção de pratos da autoria de 12 jovens cozinheiros, cuja arte começa a despontar nos mais afamados restaurantes. São os casos de Gonçalo Novais da Costa (Eleven), David Jesus (Tavares) ou João Antunes (Vin Rouge). As demonstrações realizam-se entre as 19h e as 20h, no átrio da Casa do Campino, onde decorre o festival.

Se os jovens cozinheiros trazem a modernidade, o concurso dos petiscos garante a tradição. Cada um dos 13 restaurantes tem um balcão apenas para os servir. Esta novidade alarga o leque de oferta das casas que representam as respectivas regiões de turismo e foi introduzida a pensar nos visitantes que gostam de provar de tudo um pouco, a um preço popular (3,5 euros). O melhor petisco será eleito pelo público, que é convidado a votar habilitando-se a prémios, entre os quais viagens.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)