“Ficaram muito assustados”

"Os nossos atletas tiveram muita sorte", disse ontem ao CM Carlos Rodrigues, treinador dos juniores de hóquei em patins dos Corujas Ginásio Clube, de Coruche, que esteve envolvido no acidente de que resultou a morte do outro condutor envolvido na colisão, sexta- -feira à noite, na EN118, à saída de Almeirim. A equipa seguia para um jogo em Tomar quando um carro que vinha em sentido contrário despistou-se e embateu com grande violência na carrinha onde seguiam, além do técnico, sete jogadores, com idades entre os 15 e os 18 anos, e o motorista, Carlos Santos.

25.11.12
  • partilhe
  • 0
  • +
“Ficaram muito assustados”
O sinistro ocorreu na EN118, à saída de Almeirim para Alpiarça Foto João Nuno Pepino

"Nós vimos o carro a despistar-se e a embater nas árvores. Numa fracção de segundo, entrou na estrada e já estava mesmo em cima de nós", recorda Carlos Santos, o dirigente que seguia ao volante da VW Transporter de nove lugares dos Corujas. "Os nossos atletas ficaram bastante assustados, como é natural, mas todos traziam cinto de segurança, e nenhum se magoou a sério, felizmente", disse Carlos Rodrigues.

Os feridos foram assistidos no hospital de Santarém e tiveram alta. O condutor que causou o acidente, Ricardo Correia, morreu ainda antes da chegada dos meios de socorro. Vivia em Almeirim e deixa viúva e filha com três anos de idade.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!