Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

FICOU COM UM BURACO NO BRAÇO

Ninguém percebe por que é que tudo aconteceu. O ‘Carapelho’, nome por que é conhecido na Vala do Carregado o dono do ‘stand’ ‘JM Automóveis’, é uma pessoa estimada naquela localidade ribatejana. E na noite de quinta-feira foi atacado por dois indivíduos que, a tiro de caçadeira, o mandaram para o hospital, aparentemente por motivo nenhum.
4 de Dezembro de 2004 às 00:00
A tragédia que abalou a pequena localidade do concelho do Carregado começou a tomar forma ainda na tarde de quinta-feira, quando um Fiat Uno azul, com dois indivíduos no interior, estacionou no bairro Central Cibron, perto da residência de Joaquim Manuel Carapelho, de 30 anos.
“Algumas pessoas viram aquele carro aqui parado durante várias horas, até o Joaquim e a namorada estacionarem o carro deles ao pé de casa ”, referiu ao CM uma testemunha que solicitou o anonimato.
Os dois indivíduos aproximaram-se então de Joaquim Manuel e um deles disparou um primeiro tiro de caçadeira, que lhe passou perto da orelha. “O segundo tiro foi certeiro, e atingiu o Joaquim Manuel no braço. Até lhe fez um buraco”, recordou a testemunha.
Os agressores fugiram. A vítima foi levada para o Hospital de Vila Franca, sendo em seguida transferida para S. José, onde se mantinha internada, ao final da tarde de ontem.
PROCURADO HÁ VÁRIOS DIAS
As horas que se seguiram à agressão contra Joaquim Manuel Carapelho foram de acesa discussão na Vala do Carregado. Nos cafés, na rua, nos locais de trabalho, todos quantos se aperceberam da história discutiam entre si. Mas todos parecem ter concluído o mesmo. “Tanta violência é sempre desnecessária. Ninguém merece passar pelo sofrimento que o Joaquim Manuel está a passar”, referiram ao CM dois vizinhos da jovem vítima de agressão. Ao que o nosso jornal apurou na pequena localidade do concelho do Carregado, os alegados autores dos disparos contra o proprietário do ‘stand’ de automóveis serão de nacionalidade brasileira. Ambos os suspeitos ter-se-ão mesmo deslocado à Vala do Carregado em dias anteriores com o objectivo de encontrar Joaquim Manuel Carapelho. Numa dessas ocasiões, um outro homem, com características físicas semelhantes às da vítima da agressão a tiro, chegou a ser perseguido pelos suspeitos, que desistiram ao aperceberem-se de que não se tratava de quem procuravam.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)