Filha admite ter agredido mãe em Vila Real

Jovem nega ter batido no filho bebé de um ano e meio.
Por Patrícia Moura Pinto|23.09.18
  • partilhe
  • 1
  • +
"Empurrei a minha mãe porque estava de cabeça quente. Estou arrependida, já lhe pedi perdão e assumo o que fiz. Mas no meu filho não toquei nem toco porque é por ele que eu tenho feito tudo - até um longo tratamento para resolver um problema de toxicodependência". Ana Rita Costa, de 25 anos, admite assim ao CM a agressão à mãe, na casa onde ambas residiam, em Vila Real, na segunda-feira, mas fala da intervenção de outra familiar. 
Mulher agredida pela filha conta que esta não bateu no filho bebé


"A avó paterna do menino nunca quis que eu tivesse esta criança. Nunca gostou da minha relação com o filho, que está preso por tráfico de armas e droga, e como acha que eu estou envolvida na prisão do filho, tenta atacar-me através do meu filho", afirma.

A mãe agredida, Glória Pinto, alinha pela mesma bitola. "A avó paterna do bebé aproveitou-se da minha fragilidade emocional para me ludibriar ainda mais contra a minha filha", refere ao CM.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!