Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Filha vai a casa e vê pai morto

Cândido Faria tinha 72 anos e vivia sozinho. Foi encontrado morto pela filha e pela mulher, anteontem à noite, na casa onde vivia, na rua Oliveira Gaio, em São Mamede de Infesta.

11 de Junho de 2011 às 00:30
Cândido Faria tinha 72 anos e morava sozinho numa casa em São Mamede de Infesta, Matosinhos
Cândido Faria tinha 72 anos e morava sozinho numa casa em São Mamede de Infesta, Matosinhos FOTO: Nuno Fernandes Veiga

"A última vez que o vi foi na segunda-feira. Costumava ir lá ao café. Era um bom homem, não arranjava problemas com ninguém", contou ao CM um vizinho da vítima. Cândido vivia sozinho, depois de uma zanga ter separado a família. Desde aí, passava os seus dias sem companhia. "Mal se falavam, mas ontem a filha e a mulher vieram visitá-lo e deram com aquela desgraça", disse ao CM outro vizinho.

A filha da vítima bateu diversas vezes à porta da casa do pai, mas sem resposta. Estranhou a situação e, movida pela recente onda de casos de pessoas que são encontradas mortas em casa, chamou os bombeiros para abrirem a porta. Já dentro da casa de Cândido, a mulher e a filha deram com o pior. A vítima estava deitada na cama, ainda com a televisão acesa. O cenário deixou as familiares devastadas.

Os Bombeiros de São Mamede de Infesta não puderam remover logo o corpo, uma vez que este se encontrava em avançado estado de decomposição, e tiveram de pedir auxílio à corporação de Ermesinde, que transportou o cadáver para o Instituto de Medicina Legal. A PSP esteve no local.

MORTE MATOSINHOS SÃO MAMEDE DE INFESTA ÓBITO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)