Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Filho agride pai após discussão

Carregador de telemóvel avariado na origem de quezília. Jovem de 22 anos atacou vítima com socos. Família diz que episódios violentos são recorrentes.
24 de Março de 2014 às 07:45
Homem agredido teve de ser assistido no Hospital de S. Sebastião, Santa Maria da Feira
Homem agredido teve de ser assistido no Hospital de S. Sebastião, Santa Maria da Feira FOTO: Amândia Queirós

Ao regressar da missa para a própria casa, ao início da noite de anteontem, uma mulher não queria acreditar que o sobrinho, de 22 anos, tinha agredido mais um familiar, em Ossela, Oliveira de Azeméis. Desta vez, a vítima foi o próprio pai do jovem, de 48 anos, que teve de ser assistido no Hospital de S. Sebastião, em Santa Maria da Feira.

Um carregador de telemóvel danificado terá sido a causa da fúria do agressor. "Ele já estava proibido de entrar em minha casa quando eu não estou, porque há sempre confusão quando ele nos visita e eu não estou por aqui", referiu ao CM, indignada, a tia do presumível agressor e que costuma reunir toda a família em sua casa. Acrescentou ainda que o sobrinho já atacou dois tios portadores de deficiência e também o avô, de 80 anos.

O pai do jovem contou ao CM que não é a primeira vez que é alvo da fúria do filho. "Ele já me partiu uma clavícula e o nariz. As ameaças de morte são constantes", descreveu.

Emocionado, o homem – agredido com vários socos na face – acrescentou que não compreende as atitudes do filho, que sempre cuidou e amou. A tia tem esperança de que o sobrinho pare com estes atos.

A GNR de Oliveira de Azeméis foi chamada ao local, terá identificado o agressor e classificou o incidente como ofensa à integridade física, porque os intervenientes não residem na mesma casa. Também facilitou o trabalho dos bombeiros, que assistiram a vítima.

agredido após missa santa maria feira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)