Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Filmou na internet 77 meninas nuas

Foram obrigadas a despir-se para serem filmadas na internet por um chantageador, que pensavam ser menor de idade. Agora, as 77 vítimas, todas meninas, estão a ser ouvidas no tribunal de São João da Madeira.

26 de Junho de 2012 às 01:00
Predador, de 37 anos, foi detido pela PJ do Porto em Julho do ano passado
Predador, de 37 anos, foi detido pela PJ do Porto em Julho do ano passado FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Os depoimentos estão a ser gravados para memória futura. O predador, de 37 anos, foi detido no ano passado e está em prisão preventiva.

As menores têm entre 11 e 14 anos, são de todo o País, inclusive das ilhas, e partilham a mesma história. Quando navegavam na internet, mantinham conversas com alguém que pensavam ser um rapaz. Na realidade, o menor era um comerciante de Benavente que assinava sempre com o nome ‘Cool’.

Depois de ganhar a confiança das vítimas, conseguia que se despissem da cintura para cima para a câmara de vídeo do computador, enquanto ele gravava. Com os vídeos feitos, chantageava-as, ameaçando que os colocava on-line se as meninas não aceitassem manter outras práticas sexuais: mostrar os órgãos genitais, fazer poses pornográficas e até masturbarem-se.

O caso foi descoberto em Junho do ano passado, depois de a mãe de uma menina a ter surpreendido nua, enquanto falava na internet. O predador foi detido em São João da Madeira.

Desde a semana passada que o tribunal começou a ouvir todos os dias, e de forma faseada, as 77 vítimas, quer presencialmente quer por videoconferência. Os depoimentos vão continuar até à próxima semana. Na sala está o juiz, o procurador, a defensora do arguido e um psicólogo enquanto cada menor depõe.

Ontem foram ouvidas nove jovens. As meninas saíam calmas da sala, ao contrário dos familiares que se mostravam mais apreensivos. "Não comento", disse, abalada, a mãe de uma das menores. O silêncio dominou o dia. "O processo ainda está em inquérito", explicou ao Correio da Manhã a advogada do arguido.

DETIDO APÓS SER SURPREENDIDO POR MÃE DE VÍTIMA

O comerciante, que era angariador de clientes numa empresa de Benavente, foi detido por abusos sexuais pela Polícia Judiciária do Porto, em Julho de 2011, poucos dias depois de ter sido "descoberto" pela mãe de uma vítima.

A mulher, de Vale de Cambra, surpreendeu a filha, de 11 anos, a falar na internet despida da cintura para cima. A menina contou que falava com um rapaz da mesma idade que lhe pedira para tirar a camisola, com a câmara ligada.

SÃO JOÃO DA MADEIRA CHANTAGEADOR NUAS CRIANÇAS MENINAS PREDADOR
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)