Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Fizemos só o que a PSP nos ensinou

Joaquim’ (nome fictício) é um dos agentes que estiveram presentes no Parque das Nações, junto ao bar Havana, e que também foi filmado no dia 18 de Novembro do ano passado, às 4h30. E é peremptório: “Fizemos só o que a PSP nos ensinou para parar alguém que não acata ordens.”
7 de Setembro de 2007 às 00:00
Jovem de Chelas é acusado de tentativa de agressão a agente da autoridade e de posse de arma branca ilegal
Jovem de Chelas é acusado de tentativa de agressão a agente da autoridade e de posse de arma branca ilegal FOTO: d.r.
“O colega que deu um pontapé no Ivan fê-lo porque foi cuspido na cara mais do que uma vez. E o pessoal do piquete puxou do bastão e recorreu à força física para o imobilizar. São apenas técnicas policiais administradas pelos nossos formadores e que são utilizadas para quebrar o intuito agressivo de outra pessoa que não acata ordens policiais”, conta o agente ao Correio da Manhã.
Ivan, a quem foi aplicada a medida de coacção de Termo de Identidade e Residência, é acusado de posse de arma ilegal e de tentativa de agressão. No próximo dia 27, ele e mais quatro agentes (o que o deteve e três testemunhas) vão a tribunal.
Confrontado com as imagens de alegada agressão policial, o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, garantiu ontem que o Estado agirá com “firmeza” sempre que se verificarem comportamentos “excepcionais” de violação de direitos fundamentais por agentes das forças de segurança. E afirmou, tal como a PSP fez anteontem, que está em curso “um processo de averiguações que se destina a verificar a veracidade da gravação, a identificar as pessoas envolvidas e a apurar eventuais responsabilidades”.
O CM teve acesso ao auto de detenção de Ivan Faria, onde é possível verificar-se quem são os agentes intervenientes na ocorrência policial e onde pode ler-se por que recorreram ao uso da força naquele dia.
Ivan e o seu irmão Denilson foram contactados diversas vezes pelo CM ao longo do dia de ontem, mas nunca atenderam o telefone.
FOTOS ERAM DOS JORNAIS
As fotografias de operações da PSP divulgadas na internet foram colocadas no HI5 por um elemento da Escola Prática de Polícia. Fonte da PSP esclarece que as mesmas foram captadas por fotógrafos que trabalham ao serviço da Comunicação Social e não pelo agente que as inseriu on-line. “Quem as colocou na internet assumiu que o tinha feito, e quando surgiram as notícias retirou-as imediatamente”, diz fonte policial. Os autores dos comentários que acompanhavam as fotografias estão a ser investigados pela PSP uma vez que se exibiam no HI5 fardados e com armas.
PORMENORES
ARMA ILEGAL
Ivan tentou agredir um agente da PSP recorrendo ao uso de uma navalha, com uma lâmina de 10 cm, que puxou do bolso direito das calças de ganga. Por não acatar a ordem do agente para largar a faca e dispersar, foi manietado recorrendo o agente ao uso da força física necessária, detido e a navalha apreendida.
POLÍCIA 11 ANOS
O agente que deu o pontapé em Ivan ingressou na PSP em 1996. Tem trabalhado sempre a fazer patrulha e nunca foi agredido em serviço.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)