Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Fogo e explosões lançaram pânico

Chamas destruíram três carros estacionados junto a um prédio, na estrada da Circunvalação. Moradores acordaram em sobressalto e vieram para a rua
27 de Julho de 2013 às 01:00
Chamas destruíram três carros estacionados junto a um prédio habitacional
Chamas destruíram três carros estacionados junto a um prédio habitacional FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Foi uma noite de pânico a que viveram os moradores de um prédio na Estrada da Circunvalação, em Matosinhos. As chamas que destruíram três carros estacionados junto ao edifício, seguidas de várias explosões, assustaram os habitantes que correram sobressaltados para a rua. A PSP foi ao local e a PJ investiga as causas do fogo – que se suspeita ter tido origem criminosa.

Tudo aconteceu ontem às 02h45. "Estava a dormir e ouvi três explosões. Assustei-me, vim à janela e vi muitas labaredas e dois carros a arder. Desci preocupado e, em menos de dez minutos, as chamas avançaram para outro carro", começou por descrever ao CM Ivo Ferreira, morador do prédio.

As chamas destruíram por completo um Renault Scénic, um Citröen C4 e um Opel Corsa. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. As chamas ainda se propagaram às persianas do rés do chão, mas a rápida intervenção dos Bombeiros Voluntários de Leixões evitou o pior. "Juntou-se muita gente em volta dos carros em chamas. A PSP não deixou os donos aproximarem-se porque já não havia nada a fazer", referiu o mesmo morador.

Testemunhas falam em fogo posto e a Polícia Judiciária foi ao local recolher vestígios do crime. "Um curto-circuito não pode ter sido porque os carros estavam estacionados há muito tempo. Um morador viu uma pessoa a fugir da zona do fogo", acrescentou Ivo Ferreira.

Também ontem de madrugada, na rua de Vila d’Este, em Oliveira do Douro, Gaia, um fogo destruiu por completo um carro que estava estacionado.

FOGO CHAMAS INCÊNDIO MATOSINHOS EXPLOSÕES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)