Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Fogo em empresa de aves cortou trânsito na A15

O matadouro da empresa Nutriaves, na Zona Industrial de Óbidos, ficou nesta segunda-feira à tarde destruído por um incêndio que fez parar a laboração de cerca de setenta operários da unidade de abate e transformação de aves, sobretudo perus.
5 de Março de 2012 às 20:22
Às 16h45 concentravam-se no local 83 bombeiros apoiados por 31 viaturas.
Às 16h45 concentravam-se no local 83 bombeiros apoiados por 31 viaturas. FOTO: Carlos Barroso/Lusa

As chamas terão começado no edifício da manutenção, mas desconhecem-se as causas, sendo avançada a hipótese de um curto-circuito.

No combate ao incêndio estiveram envolvidos 77 bombeiros e 28 viaturas, de dez corporações do distrito de Leiria. O alerta foi dado pelas 14h24 e quando os soldados da paz chegaram “o edifício já estava tomado na totalidade, o que dificultou as operações”, revelou ao CM o comandante dos bombeiros de Óbidos, Sérgio Gomes.

“Houve também dificuldade na capacidade de resposta das bocas de incêndio, para satisfazer tantas viaturas”, adiantou o responsável, que teve como principal preocupação “confinar o fogo e evitar que chegasse a edifícios contíguos”.

Eduardo João, presidente da Junta de Freguesia das Gaeiras, onde se situa a zona industrial, revelou que “houve colaboração das outras empresas à volta, que pararam a laboração, ofereceram ajuda e retiraram carros para melhor circulação de quem prestou socorro”.

Não houve feridos nem aves afectadas, mas os danos materiais, que ainda não foram contabilizados, são avultados.

incêndio fogo a15 gaeiras óbidos auto-estrada aves
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)