Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Fogo em prédio desaloja catorze

Um incêndio de grandes dimensões desalojou ontem durante a madrugada os 14 moradores de oito apartamentos de um prédio em Sete Rios, Lisboa. Não se registaram feridos, mas o imóvel ficou inabitável.
14 de Janeiro de 2013 às 01:00
Chamas tiveram origem no 2.º andar do prédio e, ao atingirem a cobertura, eram visíveis a centenas de metros, durante a madrugada
Chamas tiveram origem no 2.º andar do prédio e, ao atingirem a cobertura, eram visíveis a centenas de metros, durante a madrugada FOTO: Pedro Catarino

As chamas deflagraram pouco depois das 03h00, no 2º andar de um prédio da rua dr. António Martins, em Lisboa. Maria Helena, uma reformada de 78 anos que reside no último andar de um outro prédio da mesma rua, disse ao CM ter acordado com o barulho "do que pareceu ser uma explosão", possivelmente de uma botija de gás. "Vim à janela e vi a parte de cima do prédio com labaredas enormes", recorda a moradora.

O Regimento de Sapadores Bombeiros foi alertado e enviou 35 bombeiros, apoiados por 13 viaturas. As 14 pessoas que, no momento do incêndio, se encontravam no interior do edifício afetado, foram de pronto retiradas. O imóvel ao lado foi também totalmente evacuado por precaução.

Quando as chamas foram extintas, pelas 04h30, o anexo construído na cobertura do prédio tinha sido completamente destruído – e havia danos nos restantes apartamentos. O prédio foi declarado inabitável pela Proteção Civil, e os moradores foram realojados em pensões, ou em casas de familiares. A PJ esteve no local e investiga.

FOGO INCÊNDIO CHAMAS DESALOJADOS LISBOA
Ver comentários