Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Fogo em prédio lança o pânico

Incêndio terá sido provocado pela dona da casa, que, ao tentar acender um cigarro, deixou cair fósforo para o sofá. Habitação ficou totalmente destruída.
17 de Agosto de 2013 às 01:00
Segundo andar do prédio ficou totalmente destruído pelo aparatoso incêndio
Segundo andar do prédio ficou totalmente destruído pelo aparatoso incêndio FOTO: Amândia Queirós

O apartamento do 2º andar ficou completamente destruído. Em poucos minutos, o pânico instalou-se no prédio, na rua Sidónio Pais, no Porto, e cinco moradores tiveram de ser resgatados das casas pelos bombeiros. As chamas, que desalojaram a moradora, ao início da tarde de ontem, terão sido causadas por um fósforo que a mulher terá deixado cair num sofá quando tentava acender um cigarro.

"Vi as chamas a sair da janela. Gritei logo ‘é um incêndio’ e corri para a entrada do prédio. Quando cheguei, vi um morador do primeiro andar a correr com os filhos gémeos e outra moradora, que é minha amiga, na varanda a gritar por ajuda", disse ao CM Adélia Leite, que testemunhou o incêndio.

De acordo com a PSP, que acorreu ao local, a moradora garantiu que deixou cair um fósforo quando acendia um cigarro e que, ao aperceber-se do fogo, ainda o tentou apagar – mas que, assustada, acabou por correr para a casa da vizinha. "Ela entrou na minha casa muito assustada. Havia muito fumo. Entrei em pânico. Ela depois ainda voltou à casa para ir buscar a cadela. Vi muitas chamas e fiquei com medo que o fogo me matasse. Felizmente, a minha casa não sofreu muitos danos", contou, de lágrimas nos olhos, Júlia Pereira, moradora do prédio.

Apesar do susto, ninguém ficou ferido. Os moradores foram socorridos pelos Sapadores do Porto e pelos Bombeiros Portuenses no local. "Tive de receber oxigénio porque estava muito nervosa", frisou Júlia Pereira. A dona da casa destruída não quis prestar declarações.

Porto fogo incêndio prédio cigarro fósforo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)