Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Fogo em Valongo "destruiu tudo em poucos minutos"

Material inflamável e risco de colapso da fábrica dificultaram o combate dos bombeiros.
Ana Isabel Fonseca 17 de Setembro de 2017 às 09:31
A carregar o vídeo ...
Incêndio consome fábrica de produtos de higiene em Valongo
O fumo intenso que saía da fábrica Higienova, em Campo, no concelho de Valongo, alertou os moradores da zona, na manhã de ontem.

Várias corporações de bombeiros foram de imediato chamadas para o local, mas, quando chegaram, a empresa já se encontrava tomada pelo incêndio.


"Eu estava num campo próximo a trabalhar e apercebi-me do fumo. Quando aqui cheguei, vi muitas chamas. O fogo destruiu tudo em poucos minutos, já não havia muito a fazer", contou ao CM António Nogueira, habitante da localidade.

A rápida intervenção dos bombeiros fez com que fosse possível salvar ainda parte da área administrativa.

"Recebemos o alerta às 08h43 para um incêndio na zona industrial da Ribeira. Tentamos, imediatamente, proteger uma habitação próxima e ainda uma outra empresa", disse ao CM Bruno Fonseca, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Valongo.

A empresa de produtos de higiene funciona há 30 anos e emprega cerca de 15 pessoas. O material inflamável da fábrica dificultou o combate ao fogo.

"É uma empresa que tem papel e plásticos, o que cria muita temperatura. O risco de colapso era grande e os operacionais não tinham condições para entrar. Além disso, existiam no interior garrafas de inseticida", explicou o comandante, dando conta de que duas viaturas da empresa ficaram destruídas.

Ontem, registou-se também um incêndio na fábrica de papel Europac, em Viana do Castelo. Não houve grandes danos.
Ver comentários