Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Fogo na Guarda combatido por mais de 300 bombeiros avançou para concelho vizinho de Belmonte

Incêndio obrigou ao corte de circulação de trânsito na autoestrada A23.
Lusa 7 de Julho de 2022 às 20:33
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
Incêndio na Guarda
O incêndio que deflagrou esta quinta-feira no concelho da Guarda continua ativo e passou para o concelho vizinho de Belmonte, distrito de Castelo Branco, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

O incêndio deflagrou às 14:11, na freguesia de Benespera (Guarda), numa zona de mato, e evoluiu para o vizinho concelho de Belmonte (Castelo Branco).

Pelas 20:00 a fonte do CDOS da Guarda referiu à Lusa que o fogo estava ativo e a "cabeça" ardia "com alguma intensidade".

"O flanco esquerdo está dominado e o direito continua ativo", acrescentou, indicando que as chamas não colocavam povoações em perigo.

Devido ao fogo, o trânsito na autoestrada A23 (Guarda/Torres Novas), que foi inicialmente cortado nos dois sentidos entre os nós de Benespera e de Belmonte, foi posteriormente interditado entre os nós de Caria (Belmonte) e Benespera (Guarda).

A circulação rodoviária efetua-se pela Estrada Nacional 18.

De acordo com a página da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, pelas 20:00, as chamas estavam a ser combatidas por 338 operacionais, apoiados por 102 viaturas e três meios aéreos.

Ver comentários
C-Studio