Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

“Foi uma aflição ver tudo a arder” (COM VÍDEO)

Quando as chamas deflagraram, ontem, num quarto da residencial situada no antigo teatro Laura Alves, na rua da Palma, Lisboa – e num ápice se propagaram à cobertura – os moradores temeram o pior. Ao medo de que atingisse as suas habitações, somou-se a ameaça iminente de explosão, caso as labaredas alcançassem a oficina de automóveis do prédio contíguo à pensão, que tem um posto de combustível.
26 de Maio de 2012 às 01:00
Incêndio em residencial na rua da Palma, em Lisboa, deixa moradores da zona em pânico
Incêndio em residencial na rua da Palma, em Lisboa, deixa moradores da zona em pânico FOTO: Vítor Mota

Os bombeiros extinguiram o fogo em duas horas e evitaram o pior – não houve feridos.

Eram 10h16 quando o fogo começou, num quarto da residencial Noite Cristalina – explorado por nepaleses – e que, segundo populares, é frequentado por "prostitutas e toxicodependentes".

"Estava na varanda quando vi fumo negro e muitas chamas. Peguei numa mangueira e comecei a atirar água, foi uma aflição ver tudo a arder", contou ao CM Cristina Pereira, 37 anos.

"O fumo era tão quente que me queimou", explicou Maria Manuela, enquanto mostrava o braço vermelho. A PSP transportou os moradores e os bombeiros combateram o fogo e protegeram os prédios laterais. O trânsito esteve cortado até às 12h00. O telhado da residencial ruiu e o interior do edifício ficou destruído. 

Incêndio Lisboa residencial Rua da Palma
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)