Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

"Foi uma experiência para que venham mais pessoas": Migrantes eram mais do que os que desembarcaram em Monte Gordo

Jovens admitiram que os elementos que saíram de Marrocos eram mais do que oito.
Rui Pando Gomes 15 de Dezembro de 2019 às 10:55
Grupo de migrantes que desembarcou em Monte Gordo
Fotografia tirada por um dos migrantes durante a viagem
Polícia Marítima apanha oito jovens migrantes no areal de Monte Gordo
Fotografia tirada por um dos migrantes durante a viagem
Grupo de migrantes que desembarcou em Monte Gordo
Fotografia tirada por um dos migrantes durante a viagem
Polícia Marítima apanha oito jovens migrantes no areal de Monte Gordo
Fotografia tirada por um dos migrantes durante a viagem
Grupo de migrantes que desembarcou em Monte Gordo
Fotografia tirada por um dos migrantes durante a viagem
Polícia Marítima apanha oito jovens migrantes no areal de Monte Gordo
Fotografia tirada por um dos migrantes durante a viagem
O grupo de migrantes que partiu de Marrocos com destino à Europa era maior do que aquele que desembarcou em Monte Gordo.

Os restantes elementos poderão ter feito a travessia com o apoio de outras embarcações e desembarcado no sul de Espanha.

A revelação foi feita pelos próprios jovens migrantes que chegaram ao Algarve na quarta-feira de manhã. "Eles admitiram que o grupo inicial era maior mas ao Algarve só chegaram oito. Isto foi uma experiência para que no futuro venham mais pessoas para cá", considera Luís Rodrigues, proprietário do alojamento Coração da Cidade, em Vila Real de Santo António, onde ficaram alojados os oito migrantes.

Num vídeo filmado pelos próprios migrantes através de um telemóvel são visíveis pelo menos 12 pessoas dentro de um barco a navegar em alto mar. Um outro vídeo filmado por um dos jovens mostra a chegada à praia de Monte Gordo com os tripulantes da embarcação a festejar o sucesso da travessia.

O desembarque foi presenciado por pescadores que revelaram ter visto um grupo grande de jovens a fugir para as dunas. Oito migrantes foram intercetados pela Polícia Marítima.

"Estavam bem fisicamente e bem nutridos. Eu não acredito que tenham estado cinco dias no mar", revelou Luís Rodrigues ao CM, referindo ainda que "nenhum deles falava uma palavra de francês", o que considera "estranho" para jovens estudantes marroquinos.
Monte Gordo Marrocos Europa Espanha Algarve Luís Rodrigues questões sociais dependência
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)