Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

“Foram vendidos mais de 30 mil estandartes”

Nuno Saraiva de Ponte, direcção da Organização Estandartes de Natal 2009 sobre as imagens do Menino Jesus falou ao CM sobre o surgimento da ideia.
24 de Dezembro de 2009 às 00:30
“Foram vendidos mais de 30 mil estandartes”
“Foram vendidos mais de 30 mil estandartes” FOTO: D.R.

Correio da Manhã – Como nasceu a ideia de colocar estandartes com o Menino Jesus nas janelas?

Nuno Saraiva de Ponte – No ano passado vimos o sucesso que os estandartes tinham em Espanha e decidimos trazê-los para Portugal, por isso criámos a plataforma Estandartes de Natal 2009, que é um movimento espontâneo de famílias cristãs.

– O que representam os estandartes?

– Na sua parte mais visível, o Natal perdeu valores essenciais. Esta iniciativa serve para ajudar a recentrar as coisas. O nascimento de Jesus, os valores da alegria e da esperança tinham ficado esquecidos e os estandartes são uma forma de os partilhar com os nossos amigos e vizinhos, trazendo para as nossas cidades um ambiente mais natalício.

– Quanto custa cada estandarte e quantos foram vendidos?

– São vendidos nas paróquias a 15 euros e foram vendidos mais de 30 mil, nunca pensámos que houvesse esta adesão. A plataforma apenas serviu de intermediário entre fornecedores e as paróquias. Nunca quisemos fazer negócio, por isso as receitas ficaram para as paróquias. O sucesso foi tal que agora já há à venda nas lojas dos chineses, mas não são tão bonitos.

– Como explica este sucesso?

– Penso que traduz o interesse de muitos portugueses nesta ideia de recentrar o Natal nos tradicionais valores cristãos. Dantes só se via o Pai Natal, que também tem origem cristã. E até já vi janelas com os dois, o Pai Natal e o Menino Jesus.

– Fenómeno semelhante só quando Scolari pediu para pôr bandeiras portuguesas à janela...

– É parecido. Ainda pensámos se não seria melhor recorrer a figuras públicas, mas o sucesso foi tal que não foi preciso. Usámos as novas tecnologias: fizemos uma página muito boa no Facebook e um site.E claro que as paróquias foram muito importantes.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)