Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Forjam 12.º ano na escola da PSP

Três alunos do actual curso de agentes na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas, são suspeitos de terem falsificado os certificados de habilitações do 12º ano – requisito obrigatório para qualquer candidato ao curso. Agora arriscam a expulsão, segundo o comissário Paulo Flor, porta-voz da Direcção Nacional da PSP.
30 de Agosto de 2011 às 00:30
Denúncia partiu do Exército, em relação a aluno que foi militar. Os outros foram depois apanhados
Denúncia partiu do Exército, em relação a aluno que foi militar. Os outros foram depois apanhados FOTO: PAULO CUNHA/LUSA

Ao que o CM apurou, a detecção das irregularidades partiu de uma queixa de um quartel do Exército, uma vez que um dos alunos tinha sido militar. A partir dessa situação, a Direcção Nacional apercebeu-se de que havia mais duas situações semelhantes. Na realidade, dois dos alunos só concluíram o 9º ano e, outro, o 10 º.

Os documentos falsos foram apresentados durante o processo de candidatura e selecção, no decorrer do último ano. Na altura ninguém se apercebeu de nada. O caso será entregue ao Ministério Público. "Agora os alunos estão de férias até ao final do mês, mas na quinta-feira voltam à escola e, caso se confirmem as suspeitas, há o risco de expulsão", referiu ao CM Paulo Flor.

A PSP já enviou um pedido às escolas secundárias dos alunos para confirmar suspeitas. Refira-se que os novos alunos serão distribuídos pelas esquadras já na segunda semana de Setembro.

torres novas psp forjar exame
Ver comentários