Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

FORMAÇÃO DIVIDE BOMBEIROS

A formação dos bombeiros e a sua qualificação técnica para operações de combate a fogos e socorro e salvamento é um dos temas na ordem do dia no Congresso da Liga dos Bombeiros Portugueses, que decorre no Europarque de Santa Maria da Feira até amanhã.
18 de Outubro de 2002 às 00:22
Apesar de ser uma questão recorrente, a formação ganha maior relevo porque é alvo de propostas substancialmente diferentes por parte dos dois candidatos à presidência da Liga.

Tal como o CM já avançou na sua edição de ontem, a actual presidência da Liga tem em marcha um projecto de descentralização da formação de bombeiros, e que deverá arrancar em Janeiro de 2003. Na óptica de Duarte Caldeira, recandidato ao cargo de presidente da LBP, “esta é a melhor solução para a requalificação técnica dos bombeiros, que aposta essencialmente na motivação e capacidade de organização das diversas federações distritais”.

A este propósito, o líder da candidatura alternativa, José Manuel Gomes, comentou que “o que quer que seja dito sobre formação nesta altura não passa de um conjunto de intenções e de uma mão-cheia de nada”.

Os congressistas participaram ontem numa sessão matinal em que técnicos formadores da Escola de Bombeiros falaram sobre o papel do tripulante de ambulância, o socorro pré-hospitalar e a relação com a vítima.

Os bombeiros debateram ainda o primeiro ponto da ordem de trabalhos - a revisão dos estatutos -, mas acabaram por decidir adiar a alteração para um congresso extraordinário.

Iniciativas

Como gerir

A Liga dos Bombeiros apresentou ontem o ‘Manual de Gestão das Associações de Bombeiros’, um dossier, fruto de dois anos de trabalho, que contém ajudas preciosas para o dia-a-dia dos dirigentes associativos. A cada associação do País foram atribuídos dois exemplares.

Às compras

As corporações de bombeiros têm a oportunidade, no decurso do congresso, de conhecer todas as novidades em termos de material relacionado com a sua actividade. Na Proseg 2002, uma feira com 38 expositores, que decorre também no Europarque, os bombeiros podem experimentar fatos, ver modelos de ambulâncias e conhecer novas tecnologias.
Ver comentários