Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Forte explosão destrói casa

Uma enorme explosão acordou, às 02h30 de ontem, o largo da Estação, em Godim de Borba, na Lixa. Além dos estragos avultados no segundo andar de um prédio, o acidente provocou ferimentos ligeiros em Jonas Oliveira, de 35 anos, único morador na residência afectada.
2 de Julho de 2010 às 00:30
António Pinto, vizinho do prédio onde aconteceu a explosão, diz que as janelas foram projectadas para a rua
António Pinto, vizinho do prédio onde aconteceu a explosão, diz que as janelas foram projectadas para a rua FOTO: Roberto Bessa

As primeiras perícias efectuadas pela PJ do Porto afastam a existência de mão criminosa e acreditam ter-se tratado de um acidente, cuja principal causa para a explosão estará na acumulação de gases, que terá levado as caixas de foguetes guardadas no apartamento a rebentarem.

"Houve um barulho muito grande. As janelas vieram parar à rua", descreveu o vizinho António Pinto, que confirmou o "intenso cheiro a pólvora" e os ferimentos em Jonas Oliveira: "Ele estava na varanda com sangue na cara e a tentar telefonar. Mas não ouvia nada."

A vítima, que tinha chegado a casa cerca de dez minutos antes da explosão, foi transportada para o Hospital Padre Américo, em Penafiel, mas teve alta durante a manhã. "Tem apenas alguns problemas nos ouvidos. Está a descansar e já foi prestar declarações na PJ", contou ao CM o pai, Joaquim Oliveira.

Ao CM, o familiar afirmou desconhecer o que terá estado na origem da explosão. "Está tudo destruído", rematou o homem.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)