Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Fraude ao Estado rende um milhão

Onze meses depois da operação ter sido desencadeada, a Judiciária concluiu a investigação à fraude na Segurança Social. O líder era um técnico oficial de contas e foram constituídos 62 arguidos. Nove são empresas.
5 de Junho de 2013 às 01:00

Acusados de burla qualificada, os suspeitos criavam empresas e contratavam funcionários que nunca chegavam a trabalhar.

Eram usados e pagos pela rede para requererem, com base em falsas declarações de remuneração, subsídios de desemprego, de doença e licenças de maternidade. O esquema durava desde 2002 e foram detetados casos de 2009.

A fraude é de um milhão de euros, mas há pelo menos outro tanto que foi reclamado mas não foi pago. A maioria dos falsos trabalhadores eram cidadãos estrangeiros e estavam em situação precária no País.

Chegavam a atestar salários milionários, na ordem dos 50 mil euros/mês.

fraude estado dinheiro pj
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)