Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Freeport: "Tudo isto cheirava mal"

João Cabral, consultor do grupo Freeport que trabalhou para Smith e Pedro, confirmou esta quinta-feira em tribunal, na décima audiência, que o escritório Gandarez e Antunes propôs conseguir a aprovação do outlet de Alcochete por dois milhões de euros, revelando que a reunião que mantiveram com os advogados em Dezembro de 2001 foi solicitada pelos próprios advogados e não por Manuel Pedro, como tinha sido dito por José Gandarez e Albertino Antunes em tribunal.
29 de Março de 2012 às 12:01
"Ficámos em estado de choque. Isto era de doidos, tudo isto cheirava mal", afirmou João Cabral
'Ficámos em estado de choque. Isto era de doidos, tudo isto cheirava mal', afirmou João Cabral FOTO: Natália Ferraz

"Ficámos em estado de choque. Isto era de doidos, tudo isto cheirava mal", afirmou João Cabral, ouvido como testemunha, o homem que aparece num vídeo onde Charles Smith chama corrupto a José Sócrates.

freeport josé sócrates charles smith gandarez corrupção joão cabral
Ver comentários