Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Funcionária de escola superior constituida arguida por corrupção

Uma funcionária de uma Escola Superior de Educação foi constituída arguida pelos crimes de peculato e falsificação de documentos.
24 de Novembro de 2010 às 12:46

Os crimes terão ocorrido entre os anos de 2005 e 2009, presumindo-se que a funcionária se tenha apropriado de cerca de 300 mil euros. A investigação foi levada a cabo pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária que remeteu a acusação ao Ministério Público.

Corrupção;PJ;
Ver comentários