Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Funcionário abusou de estudantes

Fernando Vitorino, um antigo chefe da secretaria da Escola EB 2,3 de Alcanede, começou ontem a ser julgado no Tribunal de Santarém por três crimes de abuso sexual de criança e dois de recurso à prostituição de menores. Fernando Vitorino, 56 anos, que confessou os seus crimes, foi ouvido pelo colectivo de juízes durante mais de duas horas, à porta fechada. O tribunal também deverá ouvir três dos cinco menores vítimas do arguido.
24 de Junho de 2010 às 00:30
O arguido Fernando Vitorino
O arguido Fernando Vitorino FOTO: João Nuno Pepino

Entre 2007 e 2009, Fernando Vitorino abusou dos menores, com idades entre 12 e os 16, alunos da escola onde trabalhava há cerca de 15 anos, seduzindo--os com dinheiro, tabaco, lanches e carregamentos de telemóvel. Os crimes ocorreram em casa do arguido.

Ver comentários