Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Funcionário da Câmara do Porto admite desviar 542 euros de cemitério

Dinheiro respeitava a pagamentos dos ossários feitos pelas famílias dos mortos.
Nelson Rodrigues 9 de Outubro de 2020 às 08:21
Câmara Municipal do Porto
Câmara Municipal do Porto FOTO: Sónia Caldas
O funcionário da Câmara do Porto, de serviço na secretaria do cemitério de Agramonte, confessou esta quinta-feira, no tribunal de S. João Novo, ter desviado 542 euros das famílias dos mortos.

As quantias eram destinadas aos pagamentos dos ossários. O arguido, de 56 anos, responde por peculato.

Em causa está a apropriação do dinheiro de 13 famílias , entre 2016 e 2019. O pagamento dos ossários era feito em dinheiro, na secretaria do cemitério.
Câmara do Porto Agramonte S. João Novo questões sociais
Ver comentários