Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Funcionário dos Serviços de Águas e Resíduos de Loures detido pela PJ

Detenção acontece por suspeita de peculato, falsificação de documentos e falsidade informática.
Lusa 2 de Agosto de 2019 às 10:28
Instalações da Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Instalações da Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Instalações da Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Um funcionário dos Serviços Intermunicipalizados de Águas e Resíduos de Loures e Odivelas - SIMAR foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de peculato, falsificação de documentos e falsidade informática, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a PJ informou que o funcionário em causa, assistente técnico no Departamento Comercial dos SIMAR, se terá apropriado indevidamente de pelo menos 30 mil euros.

"Para o efeito, eram emitidas notas de crédito, referentes a valores que eram devidos pelos SIMAR a clientes seus, mas que ainda se encontravam por liquidar, retirando-se da tesouraria dos serviços as correspondentes quantias em dinheiro, não as entregando aos respetivos clientes e apropriando-se destes valores", explica a PJ.

A operação que resultou na detenção deste funcionário foi desencadeada pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção na passada quarta-feira.

O detido foi presente às autoridades judiciária competentes e, como medida de coação, foi-lhe imposta a suspensão de funções e a proibição de contactos e de acesso a determinados locais.

"A investigação prossegue no sentido de determinar, em concreto, todas as condutas criminosas e o seu alcance, bem como apurar o prejuízo causado à instituição em causa", acrescenta a PJ.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)