Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Funcionários da PJ vão continuar greve

A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária (ASFIC/PJ) decidiu esta terça-feira agravar as formas de luta, cumprindo "escrupulosamente" todo os regimes de descanso, exigindo o adiantamento das ajudas de custo e fazendo greve ao trabalho à hora de almoço.
18 de Janeiro de 2011 às 20:32
Carlos Garcia, presidente da ASFIC/PJ
Carlos Garcia, presidente da ASFIC/PJ FOTO: Pedro Elias/Jornal de Negócios

"Vamos continuar com a greve que temos vindo a manter há mais de um mês e vamos agravar essas formas de luta com um pré-aviso de greve a todo o trabalho a desenvolver também durante a hora de almoço, com o cumprimento  escrupuloso de todos os regimes de descanso e folgas previstos nos regulamentos da Polícia Judiciária, que ninguém cumpre", explicou o presidente da estrutura sindical.

Carlos Garcia falava com os jornalistas durante uma concentração, antecedida  de um plenário, em frente ao Ministério da Justiça, em defesa do reconhecimento da carreira da classe, entre outras reivindicações.

De acordo com o presidente da ASFIC/PJ, as formas de contestação vão incluir também o "o pedido do adiantamento das ajudas de custo sempre que as diligências sejam realizadas fora da comarca" onde os investigadores criminais estão sediados.

carlos garcia pj asfic funcionários investigação criminal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)