Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Fundo paga detectives

As doações para o fundo criado para encontrar a pequena Madeleine McCann atingiram um valor aproximado de 1 milhão e 333 mil euros. Mas a maior fatia do dinheiro – 1 milhão e 53 mil euros – angariado pelo casal McCann vai ser investido no pagamento dos serviços prestados pelos detectives privados espanhóis que Kate e Gerry contrataram para investigar o desaparecimento da filha.
3 de Dezembro de 2007 às 00:00
Gerry e Kate McCann pagam 1 milhão e 53 mil euros a detectives
Gerry e Kate McCann pagam 1 milhão e 53 mil euros a detectives FOTO: Reuters
Segundo a ‘Sky News’, o contrato de seis meses realizado entre a Método 3 e os McCann obriga o casal, independentemente dos resultados da investigação serem ou não positivos, a pagar por dia quase três mil euros. À parte dessas contas ficam ainda por saldar as despesas de deslocações e alimentação dos investigadores. No total o fundo vai perder cerca de 75% do montante existente actualmente.
O casal McCann pode estar a deitar dinheiro à rua, pois os detectives espanhóis apenas estão seguir pistas que já foram verificadas pela Polícia Judiciária e que não deram em nada.
O dinheiro do fundo vai ficar reduzido apenas a 250 mil euros, que irão servir para continuar a alimentar campanhas para encontrar a criança britânica pelo Mundo fora, sobretudo em Marrocos.
Há ainda outros especialistas em pessoas desaparecidas a trabalhar para os McCann. Mas é o milionário Brian Kennedy que vai desembolsar mais de um milhão para pagar essa investigação. As despesas da batalha judicial serão pagas pelo também milionário Richard Branson.
12 PÁGINAS SOBRE A LUZ
Não se trata de uma operação de charme para limpar a imagem do local de onde Maddie desapareceu, assegurou David Thursfield, responsável pela secção comercial da revista inglesa ‘Welcome’. Mas a verdade é que a publicação turística dedica 12 páginas à Praia da Luz e nenhuma outra praia tem tamanho destaque nas cem páginas publicadas.
“A revista não é só a Praia da Luz, também é sobre o resto do Algarve e sobre o Ocean Club apenas há duas páginas de publicidade”, diz David Thursfield à Lusa.
Segundo a Região de Turismo do Algarve, a taxa de ocupação hoteleira no Algarve aumentou neste Verão. O presidente da RTA, António Pina defende que o desaparecimento da criança não teve influência no turismo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)