Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Furto de relógios rende 20 mil €

Quando José Luciano Anico chegou a casa, na Baixa de Albufeira, o lugar onde guardava três valiosos relógios estava vazio. O furto terá rendido entre 15 a 20 mil euros, uma vez que apenas uma das peças de relojoaria, de ouro maciço, valia 10 mil euros.
11 de Janeiro de 2012 às 01:00
O movimento de turistas na rua 5 de Outubro, na Baixa de Albufeira, não evitou o assalto
O movimento de turistas na rua 5 de Outubro, na Baixa de Albufeira, não evitou o assalto FOTO: Luís Costa

O assalto aconteceu na sexta--feira passada. Mas, a vítima, que mora na rua 5 de Outubro há 40 anos, só ontem apresentou queixa na GNR de Albufeira. "Quando cheguei a casa, reparei que tinham desaparecido os relógios. A porta das traseiras terá sido forçada e fez com que o vidro partisse. Quem fez isto sabia onde estavam as coisas valiosas", revelou ao CM José .

Os assaltantes, que as autoridades suspeitam que possam ter saltado por um quintal vizinho, apenas levaram os três valiosos relógios: um de ouro maciço, outro de ouro branco e amarelo e o terceiro de ouro simples. "Não estavam escondidos porque nunca tive problemas, em toda a minha vida em que vivi aqui", confidenciou a vítima, que desconfia que o furto tenha sido preparado ao pormenor por alguém que lhe controlou os passos.

O caso foi comunicado à GNR de Albufeira que já enviou ao local uma equipa para recolha de vestígios no interior da habitação térrea, numa zona muito frequentada por turistas.

Segundo o CM apurou, a casa não terá sido revoltada e os vestígios são poucos, levando as autoridades a suspeitar que os assaltantes terão usado luvas.

A GNR está a efectuar diligências para conseguir identificar os autores do furto.

ALBUFEIRA BAIXA ROUBO RELÓGIOS GNR
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)