Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Furto em Spa de luxo do Hilton Vilamoura

Um empresário de Faro acusa a gerência do Hilton Vilamoura de não assumir responsabilidades pelo furto de que foi alvo no SPA do hotel de luxo. Levaram-lhe tudo o que tinha no cacifo, incluindo as chaves do carro e a viatura também voou. O prejuízo ronda os dez mil euros.
3 de Dezembro de 2007 às 00:00
Empresário Vital Mealha recuperou o carro, mas danificado
Empresário Vital Mealha recuperou o carro, mas danificado FOTO: Carlos Almeida
Vital Mealha revela que, a dez de Novembro, como habitualmente, requisitou, na recepção, um cartão para o cacifo onde guardou o saco com as chaves do carro e de casa, relógio, telemóvel, documentos e a carteira com 470 euros. Depois fechou “cuidadosamente” o cacifo. Ao regressar, “a fechadura estava arrombada e o saco tinha desaparecido”. A viatura também foi levada, com várias chaves, uma máquina fotográfica, óculos e roupa no interior. “Apresentei queixa na recepção e, pelas imagens das câmaras, percebi que um indivíduo suspeito que tinha visto na rua, com outro, entrou nos balneários, atrás de mim, sem ter sido identificado pelos funcionários”. Os dois homens fugiram, depois, no carro do empresário, que apresentou queixa à GNR e exige ser indemnizado pelo hotel.
A PJ recuperou o carro uma semana depois, mas sem o pneu sobressalente e danificado. Allessandro Cabella, director-geral do hotel, refere que “foi prestada toda a colaboração solicitada pelas autoridades” e, “até à conclusão das investigações, nada será decidido”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)