Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Fuzileiros em ação na fronteira russa

Militares portugueses capacitaram lituanos em operações anfíbias.
Sérgio A. Vitorino 15 de Setembro de 2018 às 09:21
Fuzileiros
Fuzileiros FOTO: Direitos Reservados
Uma missão de "sucesso" e com quatro meses de "grande atividade operacional" regressa este sábado a Portugal após vários exercícios no âmbito da NATO na Lituânia, com base a 20 quilómetros da fronteira com a Rússia, no enclave de Kaliningrado. A força de centena e meia de Fuzileiros cumpriu uma missão histórica: a primeira de forma autónoma da elite da Marinha desde o final da guerra do Ultramar, em 1975. 

"Foi um grande orgulho e responsabilidade honrar a Marinha, os Fuzileiros e Portugal", explicou ao CM Esquetim Marques, comandante da força.

Os fuzileiros atuaram no âmbito das medidas de tranquilização da fronteira Leste da NATO, impostas após a anexação da Crimeia pela Rússia em 2014. "Além da presença e dos exercícios próprios, também capacitámos a Marinha e o Exército lituanos, que fizeram connosco a primeira operação anfíbia da sua história", descreveu.

Um dos grandes desafios foi a logística do material: quarenta viaturas, doze botes, armamento ligeiro e pesado e milhares de munições. "Usámos de tudo durante os exercícios", afirmou Esquetim Marques.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)