Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

GABINETE DE VEREADOR A ARDER

Um incêndio deflagrou ontem, pelas 08h00, no gabinete do vereador Carlos Reis da Câmara de Cascais. As autoridades suspeitam que na origem do incêndio esteja mão criminosa.
30 de Setembro de 2004 às 00:00
“No local reparámos que o incêndio não tinha tido origem num curto-circuito e que não existiam causas exactas que demonstrassem o porquê do fogo”, disse fonte policial ao CM. Apesar das suspeitas avançadas inicialmente, e muito comentadas no local, a mesma fonte pôs de lado a hipótese de se tratar de um ‘cocktail molotov’. “Não havia estilhaços de vidro no local”, sublinhou
O facto de o gabinete do vereador de Obras e Áreas Urbanas de Génese Ilegal ter janelas para a rua – acessíveis a qualquer um que ali passe – acentua as suspeitas. No entanto, outra fonte policial contactada pelo CM referiu que está a ser investigada a “intencionalidade do suposto ataque”. “Está-se a apurar se o alvo a atingir seria aquele”, acrescentou.
Quanto aos estragos, o fogo destruiu todo o material de escritório, nomeadamente o computador, impressora, faxe, documentos, quadros na parede, mesa e cadeiras.
Quem deu o alerta foi o polícia encarregado da segurança das instalações da Câmara de Cascais. De imediato chegaram os bombeiros locais com três viaturas e nove homens. Pelas suspeitas de mão criminosa, o caso foi entregue à PJ.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)