Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Gado solto gera revolta de vizinhos

Há mais de oito anos que o barrocal, na zona de São Brás de Alportel e Almarjão, concelho de Loulé, pertence a vacas e cabras que pastam sem maioral em terras privadas. O proprietário do gado não assume o problema e os vizinhos já ameaçam fazer justiça pelas próprias mãos.
7 de Junho de 2009 às 00:30
Gado pasta em plantações privadas e autoridades nada fazem
Gado pasta em plantações privadas e autoridades nada fazem FOTO: Nuno Jesus

As vacas e as cabras "passeiam na via pública, invadem as nossas hortas e comem tudo por onde passam", contou ao CM Manuel Neves, agricultor em Almarjão e vizinho lesado pelo gado tresmalhado.

O gado pertence a Rui Pires Bernardo. Algumas dezenas de vacas e outras centenas de cabras têm devorado as diferentes plantações na zona.

Segundo Tolentino Mealha, morador na zona, "o gado até tem curral, vedado com fita eléctrica, mas a porta está aberta todos os dias e os animais andam à solta."

Os agricultores já tentaram soluções junto das autoridades locais e da Direcção Regional da Agricultura, mas sempre sem sucesso.

Neste impasse, alguns dos lesados ameaçam fazer justiça pelas próprias mãos. " O meu marido já avisou o senhor Rui que se encontrasse vacas nas nossas terras as matava , ele riu-se e pediu para depois lhe levarmos um bocadinho de carne", confessa Leonilde, agricultora em Alportel.

Rui Pires garante que "o gado está preso e tem duas pessoas a trabalhar lá". Admite que, "por vezes, há gado que foge", mas que sempre se responsabilizou.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)