Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Gang armado assalta idosa e filho deficiente em casa em Santa Maria da Feira

Mulher de 81 anos abriu a porta aos assaltantes pois pensava que se tratava de uma neta.
Paulo Jorge Duarte 13 de Fevereiro de 2019 às 08:39
A carregar o vídeo ...
Mulher de 81 anos abriu a porta aos assaltantes pois pensava que se tratava de uma neta.
"Ouro, ouro, queremos ouro e dinheiro." Foi esta a exigência feita por três encapuzados durante um assalto à mão armada a uma idosa, de 81 anos, e ao filho deficiente, de 40, em Santa Maria da Feira. As duas vítimas foram ameaçadas de morte na segunda-feira à noite.

Mãe e filho viveram momentos de terror enquanto os homens procuravam ouro e dinheiro pela casa. Remexeram nas gavetas até que encontraram um par de brincos em ouro, guardado numa caixa, e cerca de 200 euros em dinheiro.

"O filho da vizinha veio chamar-nos aos gritos. Pedia ajuda para ele e para a mãe. Achei estranho tocar-me à campainha àquela hora, mas percebi que era ele porque carregou no botão sem largar", contou Maria Amélia, vizinha da família, que encontrou a idosa ainda em estado de choque.

"Quando cheguei à casa, a senhora estava branca e tremia muito. Foram ameaçados pelos ladrões com uma pistola e ainda taparam a boca ao filho deficiente para não gritar por ajuda", acrescentou a mulher.

Os assaltantes bateram à porta da casa na rua Joaquim Pinto, em São João de Ver, pelas 22h00. A idosa pensou que se tratava da neta, que a costuma visitar àquela hora, e dirigiu-se à entrada. Quando abriu a porta, os homens entraram de arma em punho.

O alerta foi dado para a GNR de Lourosa. Quando os militares chegaram ao local, já os assaltantes tinham fugido. O caso está agora a ser investigado pela Polícia Judiciária do Porto.
Maria Amélia Santa Maria Ouro Feira São João de Ver rua Joaquim Pinto GNR Lourosa crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)