Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Gang de burlão assaltava lares

Os três homens detidos em flagrante na madrugada de terça-feira, quando assaltavam a Santa Casa da Misericórdia de Aljustrel, ficaram em prisão preventiva. São suspeitos de vários crimes do mesmo género ocorridos no Alentejo nos últimos meses. O alegado líder do gang, de 43 anos, está já referenciado por crimes de burla qualificada, furto e falsificação de documentos, na zona da Póvoa de Varzim, onde residiam.
16 de Outubro de 2009 às 00:30
Investigação tenta estabelecer relação com vários assaltos do mesmo género ocorridos na região
Investigação tenta estabelecer relação com vários assaltos do mesmo género ocorridos na região FOTO: D.R.

O grupo assaltava sobretudo os serviços administrativos das instituições, levando ouro e dinheiro. Fonte próxima da investigação diz haver “fortes indícios” em várias assaltos que relacionam os crimes com os três homens, de 18, 33 e 43 anos, agora detidos.

O número de assaltos em que estarão envolvidos levou à nomeação de uma equipa da GNR, que trabalhará em exclusivo para este caso. Os dois elementos mais novos não tinham qualquer processo pendente na Justiça, ao contrário do cabecilha, sob o qual incidiam vários mandados de captura.

Os ladrões acabaram detidos pelo destacamento territorial da GNR de Aljustrel, ao tentar assaltar a Misericórdia local. No momento da detenção foram apreendidos “vários milhares de euros, uma viatura ligeira, duas pistolas de calibre 6,35 mm e respectivas munições, para além de alguns artigos em ouro”, informou a GNR em comunicado.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)