Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

GARCIA PEREIRA NÃO ACREDITA

Garcia Pereira, advogado de defesa de Alfredo Pequito, contesta ao CM que o seu constituinte possa ter feito as alegadas chamadas telefónicas de ameaças quer para um quer para o outro.
9 de Novembro de 2004 às 00:52
Instado a comentar e a esclarecer o assunto, Garcia Pereira limita-se a afirmar que “não tem nada a dizer”. Mas acaba por considerar que “tudo isso é muito estranho”.
“Sobre essas informações, é uma violação do segredo de Justiça porque o processo-crime está a decorrer”, afirmou o advogado.
Confrontado com as informações das nossas fontes, Garcia Pereira reafirma que “não tira conclusões nenhumas e aguarda para que seja consumado”. “Depois, agirei em conformidade e tomarei as medidas consideradas adequadas, no caso, claro, de se verificar que há uma violação do segredo de Justiça”, refere.
Insistindo na possibilidade de Alfredo Pequito ter efectuado as chamadas telefónicas, Garcia Pereira sublinha que “não admite coisa nenhuma”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)