Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Gás intoxica quatro crianças

Uma fuga de gás butano, provocada por uma anomalia num esquentador em casa, causou ontem a intoxicação de quatro crianças, que tiveram de ser assistidas no Hospital de Alcobaça. A falta de condições da habitação terá contribuído para uma elevada concentração de gases no local.
28 de Dezembro de 2009 às 00:30
Rápida intervenção dos bombeiros, depois do alerta dado pelo pai, evitou tragédia com quatro crianças
Rápida intervenção dos bombeiros, depois do alerta dado pelo pai, evitou tragédia com quatro crianças FOTO: Luís Filipe Coito

O alerta foi dado às 10h44. O pai das vítimas estava a tomar banho e ficou sem água quente. Quando tentou perceber o que se passava com o esquentador, encontrou os quatro filhos quase desfalecidos na divisão onde estava o aparelho. As crianças – uma menina de nove anos e três rapazes com oito, 12 e 15 anos – foram retiradas de imediato para o exterior da habitação.

Chegados ao local da ocorrência, na rua Costa Veiga, os Bombeiros Voluntários de Alcobaça ministraram-lhes oxigénio e transportaram-nas para o hospital da cidade. 'Foram consideradas feridos ligeiros e não correm perigo de vida', disse ao CM Mário Cerol, comandante dos voluntários.

Segundo apurou o CM, o esquentador e a botija de gás butano estavam numa cave, 'sem arejamento e condições de segurança'. A própria habitação não terá as melhores condições de habitabilidade. Por isso, o comandante Mário Cerol pretende agora contactar com a assistente social da Câmara Municipal, para que seja feita uma avaliação do imóvel e do agregado familiar em causa.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)