Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Gaspacho está no Guinness

A vila de Cercal do Alentejo, Santiago do Cacém, inscreveu ontem o seu nome no Guinness Book of Records com a confecção da ‘Maior Sopa do Mundo’.
25 de Julho de 2005 às 00:00
Carlos Capote liderou a equipa de cozinheiros que confeccionou a maior sopa do Mundo
Carlos Capote liderou a equipa de cozinheiros que confeccionou a maior sopa do Mundo FOTO: Alexandre M. Silva
Em pouco mais de uma hora, a equipa liderada pelo gastrónomo Carlos Capote confeccionou 4524 litros de gaspacho que, por volta das 19h00, foi distribuído gratuitamente às mais de três mil pessoas que assistiam à iniciativa.
“Deu muito trabalho, mas só foi possível concretizar este objectivo graças à maravilhosa equipa que trabalhou durante estes dias com muita alegria”, disse ao CM Carlos Capote, no final do evento, que serviu para angariar fundos para os bombeiros do Cercal adquirirem uma ambulância medicalizada.
Minutos antes, ao mesmo tempo que os populares introduziam cuidadosamente os ingredientes no recipiente, situado no Largo dos Caeiros, Carlos Capote aplicava os seus segredos na confecção deste prato tradicional alentejano mexendo a mega-sopa com uma colher de pau de dois metros fabricada por um artesão local.
“Querem acabar com estas colheres e substitui-las por umas de plástico. Sou absolutamente contra, porque há muita gente que ganha a vida a fabricá-las”, disse Carlos Capote que, apesar dos anos de experiência no mundo da culinária, nunca tinha cozinhado uma “tachada” com estas dimensões.
“É um orgulho muito grande e quando me convidaram não podia dizer que não. Foi tudo controlado pelo delegado de Saúde e dentro das normas de higiene”, confessou Carlos Capote.
Depois da contagem do número de litros da sopa, a população presente no recinto foi então convidada a provar o megagaspacho. “Está muito bom e se puder vou repetir”, comentou um dos habitantes locais Cláudio Catarino.
INGREDIENTES ÀS TONELADAS
Para bater o último recorde da Maior Sopa do Mundo’, estabelecido em 3500 litros na Polónia, foram gastos neste ‘gaspachão’ cerca de 900 quilos de tomate, 337,5 quilos de pimento, 525 de pepino, 225 de pão, 500 de gelo, 37,5 de alho, 30 de sal, cinco de orégãos, 150 litros de azeite, outros tantos de vinagre e cerca de 2500 litros de água.
“Os ingredientes foram quase todos fornecidos por agricultores da região, pelos comerciantes e pelas entidades locais”, disse ao CM um dos membros da Liga dos Amigos de Cercal do Alentejo, promotora desta iniciativa gastronómica que contou com a colaboração de 150 voluntários.
Várias personalidades do mundo do espectáculo e da política nacional e local, como o autarca de Santiago do Cacém, secretários de Estado e a deputada Odete Santos, marcaram também presença neste acontecimento.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)