Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

GNR aprende 670 quilos de sardinha em Ílhavo por fuga à lota

Pescado apreendido, "após análise higiossanitária, foi sujeita ao regime de primeira venda", esclareceu a GNR.
Lusa 26 de Agosto de 2020 às 16:35
Fuga ao regime de primeira venda em lota punível com coima até 3.740 euros
Fuga ao regime de primeira venda em lota punível com coima até 3.740 euros FOTO: GNR
A GNR apreendeu 670 quilos de sardinha por fuga à lota na Gafanha da Nazaré, em Ílhavo, distrito de Aveiro, foi esta quarta-feira anunciado.

"A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro, no dia 25 de agosto, apreendeu 670 quilos de sardinha por não ter sido sujeita ao regime de primeira venda em lota (fuga à lota), na Gafanha da Nazaré", dá conta aquela força policial, em comunicado.

A GNR explica que, no decorrer de uma ação de fiscalização levada a cabo pelos seus militares, com o objetivo de controlar o cumprimento das regras de descarga, transporte, comercialização e regime de primeira venda de pescado fresco na lota de Aveiro, foram encontradas, no cais de descarga, várias dornas abandonadas com sardinhas no seu interior".

O pescado fresco "não tinha sido sujeito ao regime de primeira venda em lota, o que constitui infração punível com coima até 3.740 euros", descreve a força policial.

Quanto à sardinha apreendida, "após análise higiossanitária, foi sujeita ao regime de primeira venda", esclarece a GNR.

GNR Ílhavo Gafanha da Nazaré Aveiro sardinha lota pescado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)