GNR atropela e mata mulher à porta do posto

Militar de 42 anos ia entrar ao serviço e perto de uma passadeira colheu Leonor Pomar, de 63 anos, em Viseu.
Por Tiago Virgílio Pereira e J.D.|28.11.17
O militar de 42 anos ia entrar ao serviço às 13h00. Seguia sozinho de carro quando, pelas 12h20 de ontem, a poucos metros do posto da GNR de Viseu, atropelou e matou uma mulher de 63.

GNR atropela e mata mulher à porta do posto
"Foi tudo muito rápido. Eu vi a mulher a subir a avenida, pelo passeio. Segundos depois ouvi pessoas a gritar e a vítima já estava caída no meio da estrada", contou esta segunda-feira ao CM uma popular. Devido à violência do impacto, o corpo de Leonor Pomar foi projetado mais de três metros.

"De certeza que se veio até aqui era para passar na passadeira. Acho estranho que não se vejam marcas de travagem no piso", disse Miguel Costa, de 71 anos, amigo da vítima. Segundo a chefe Ducília Marques, da PSP de Viseu, "o atropelamento ocorreu fora da passadeira, mas já decorrem investigações para apurar as causas do acidente".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!