Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

GNR atropelado a sinalizar acidente

Amílcar Almeida ficou em estado considerado muito grave.
Luís Oliveira 1 de Março de 2017 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Militar estava a sinalizar outro acidente.
Um militar da GNR de Mangualde ficou esta terça-feira à tarde ferido com muita gravidade após ter sido colhido por um carro desgovernado, quando tomava conta de um outro acidente, em Mangualde.

O atropelamento ocorreu junto a uma curva da EN16, na localidade de Cunha Alta, poucos minutos depois das 17h00. No entanto, tudo começou alguns minutos antes quando o despiste de um veículo levou a patrulha da GNR para aquele local.

No momento em que Amílcar Almeida, de 40 anos, controlava o trânsito e sinalizava o acidente, um outro veículo, desgovernado, não conseguiu parar e embateu com grande violência contra o militar da GNR - que acabou por ser projetado alguns metros.

O militar sofreu ferimentos muito graves e entrou em paragem cardiorrespiratória no local. No entanto, os bombeiros e depois uma equipa médica do INEM conseguiram inverter a situação. Depois de estabilizado, o militar foi transportado de ambulância para o Hospital S. Teotónio de Viseu, onde deu entrada num estado "considerado muito grave".

Na altura em que ocorreram os dois acidentes, a estrada estava molhada e em muitas zonas suja com uma substância gordurosa, que se suspeita ser combustível. A via esteve cortada durante duas horas para socorro à vítima e recolha de indícios que vão ser importantes para o apuramento das circunstâncias em que se deu atropelamento.

O condutor do veículo foi identificado e sujeito ao controlo de álcool. O resultado foi negativo.
GNR Amílcar Almeida EN16 Mangualde Cunha Alta INEM
Ver comentários