Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

GNR ‘caça’ 120 agressores em dois anos na Guarda

Grande maioria são homens que agridem física e psicologicamente as suas companheiras ou ex-companheiras.
Luís Oliveira 11 de Janeiro de 2021 às 08:44
A GNR da Guarda deteve no distrito 120 pessoas por violência doméstica, nos últimos dois anos. Foi o tipo de crime que mais subiu neste distrito do interior do País.

A grande maioria são homens que agridem física e psicologicamente as suas companheiras ou ex-companheiras. Mas também há várias em situações em que as vítimas são os pais ou avós dos agressores.


A proibição de contacto e de aproximação às vítimas é a principal medida de coação determinada pelos juízes para os agressores, que passam a ser controlados por pulseira eletrónica. Foi precisamente o que aconteceu a um jovem, de 24 anos, detido esta sexta-feira em Seia por agredir, de forma reiterada, a sua companheira, 14 anos mais velha.

GNR Guarda País crime lei e justiça questões sociais maus-tratos
Ver comentários