Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

GNR de Aveiro identificou condutor que fugiu após atropelamento na A1

Vítima acabou por falecer.
Lusa 16 de Setembro de 2020 às 10:27
Detenção dos dois homens aconteceu num auto-stop da GNR
Detenção dos dois homens aconteceu num auto-stop da GNR FOTO: Natália Ferraz
O Comando Territorial de Aveiro da GNR identificou e constituiu arguido um condutor que fugiu após o atropelamento de um motorista de um pronto-socorro, em 28 de agosto, na Autoestrada 1 (A1), foi esta quarta-feira anunciado.

De acordo com um comunicado daquele Comando Territorial, a GNR, através do Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação (NICAV) de Aveiro, constituiu arguido um homem com 50 anos pelo crime de omissão de auxílio/homicídio por negligência.

"No dia 28 de agosto de 2020, na A1, o condutor de um veículo fugiu após o sinistro, sem prestar ou promover o socorro ao peão atropelado, um homem de 32 anos, que efetuava o carregamento de um veículo no pronto-socorro, e que acabou por falecer no local", relata a GNR.

Os militares daquela força policial realizaram diligências de investigação que culminaram na identificação do condutor e respetivo veículo, sendo os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Oliveira do Bairro.

O acidente ocorreu na Autoestrada do Norte, no sentido sul/norte, entre o nó da Mealhada e o nó de Aveiro Sul e a vítima, que não resistiu aos ferimentos, era o condutor de um veículo pronto-socorro estacionado na via para prestar assistência.

A1 Aveiro polícia atropelamento fuga detenção
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)