Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

GNR desviava dinheiro de multas

Militar foi acusado pelo Ministério Público de seis crimes de peculato.
Ana Palma 10 de Novembro de 2016 às 08:22
GNR desviava dinheiro de multas
Um militar do Destacamento Territorial da GNR de Faro foi formalmente acusado pelo Ministério Público (MP) de seis crimes de peculato. A denúncia partiu da própria GNR e o caso foi investigado pela Polícia Judiciária.

Os alvos, ao que o CM apurou, eram principalmente condutores apanhados a cometer infrações de trânsito. O militar, segundo a acusação revelada pelo MP, "receberia, de diversos condutores que haviam cometido infrações rodoviárias, quantias correspondentes ao pagamento voluntário de coimas". Em causa estão valores entre os 30 e os 500 euros, que eram usados pelo arguido "em seu proveito".

O inquérito foi dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro e resultou de uma denúncia do próprio Comando de Faro da GNR. A investigação foi realizada pela secção regional de investigação da corrupção e criminalidade económico-financeira da Diretoria do Sul da PJ de Faro e envolveu buscas no cacifo do militar no quartel.

O militar arrisca uma pena de prisão até cinco anos ou pena de multa até 600 dias. Segundo confirmou ao CM fonte da GNR, em paralelo ao inquérito crime foi aberto um processo disciplinar para apurar se violou os deveres da instituição.
Ver comentários