Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

GNR intercepta gang armado

A marcha irregular da viatura na aproximação a uma operação Stop, montada pela GNR na Estrada Municipal 518, na zona da Conceição, Faro, levantou suspeitas, cerca das 02h30 de ontem. Uma lanterna apontada para o interior permitiu vislumbrar uma pistola no banco traseiro e o Peugeot 206 foi imediatamente envolvido por militares de armas apontadas. Os quatro ocupantes não ofereceram resistência.

24 de Abril de 2009 às 00:30
Um dos suspeitos à entrada para o Tribunal de Faro, ontem à tarde
Um dos suspeitos à entrada para o Tribunal de Faro, ontem à tarde FOTO: Algarvephoyopress

O Comando Territorial de Faro apurou que três dos indivíduos têm cadastro. Três são residentes no Cacém e Amadora e têm 20; 21 e 26 anos. Um deles, de nacionalidade guineense, está condenado a uma pena suspensa de cinco anos por um crime de carjacking praticado, em 2007, em Lisboa. O quarto detido, com 24 anos, é natural de Beja e tem residência em Faro. Estava evadido há um mês do Estabelecimento Prisional de Leiria, para onde não voltou após uma saída precária. Estava preso desde os 18 anos, condenado a oito por roubo e tráfico de droga.

Na viatura em que seguiam – propriedade de um dos ocupantes residente no Cacém e apreendida pela GNR – foram encontradas armas, droga e notas falsas (ver caixa). No interior estava também um gorro passa montanhas, daqueles usados em assaltos à mão armada para tapar a cara e luvas, além de oito telemóveis e cerca de mil euros em dinheiro. Os indivíduos foram presentes ao Tribunal de Faro, pelas 14h00, desconhecendo-se até à hora de fecho desta edição as medidas de coacção aplicadas pela juíza de instrução criminal.

ARMAS, DROGA E NOTAS FALSAS

A pistola que denunciou os ocupantes da viatura, por estar visível no banco traseiro, era de alarme, mas é uma réplica exemplar de uma Walter 7.65, capaz de assustar qualquer vítima de roubo. Dentro do Peugeot 206 estavam também duas caçadeiras com canos serrados, uma delas municiada com dois cartuchos.

Além de pelo menos duas dezenas de cartuchos, a GNR encontrou no carro cinco notas de 50 euros falsas, a juntar a cerca de mil euros em dinheiro legal, a maioria em notas de dez. Foi também apreendido produto estupefaciente suficiente para 40 doses individuais de cocaína e para 525 doses individuais de haxixe. A quantidade de droga está acima do limite máximo legal definido para consumo, pelo que podem ser indiciados pelo crime de tráfico.

PORMENORES

ROUBOS

O Destacamento de Faro estava ontem a apurar eventuais relações dos detidos e material apreendido com roubos praticados no Algarve e resto do País. Fonte do Comando disse, ao final da tarde, ainda não haver provas.

PRECÁRIA

O recluso evadido de Leiria já tinha tido várias saídas precárias. Na última, há um mês, não regressou, apesar de a família, em Faro, lhe ter dado dinheiro para o fazer de transporte público.

CARJACKING

No crime de carjacking, em Lisboa, há dois anos, pelo qual um dos detidos estava condenado a pena suspensa, não houve vítimas baleadas.

ÁLCOOL

Na operação Stop foram também detidos dois condutores por estarem ao volante sob a influência de álcool.

Ver comentários