Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

GNR investiga mortandade de peixes

Alerta em albufeira de Arraiolos.
24 de Maio de 2015 às 13:20
A GNR detetou mais uma situação de mortandade de peixes em barragens
A GNR detetou mais uma situação de mortandade de peixes em barragens FOTO: António Dimas

A GNR anunciou este domingo estar a investigar as causas de uma mortandade de peixes na Barragem do Divor, no concelho de Arraiolos, Évora, embora não considere a situação alarmante, nem a albufeira sirva para abastecimento público de água.


Em comunicado divulgado, o Comando Territorial de Évora da GNR assegura que, "até ao momento, "não foram encontrados indícios de crime ambiental".


Segundo a força de segurança, "inúmeros peixes mortos" surgiram, desde o início de abril, nas margens da barragem, localizada na freguesia de Igrejinha, no concelho de Arraiolos, que têm sido recolhidos por funcionários da Associação dos Regantes e Beneficiários do Divor e do município.


Numa recente reunião entre várias entidades, foi decidida, segundo a GNR, a recolha de amostras de água e de alguns exemplares de peixes mortos para análise.


"Investigação mais exaustiva"
Ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) do Comando Territorial de Évora da GNR foi solicitada "uma investigação mais exaustiva" às margens e aos locais de difícil acesso para identificar uma possível causa de origem humana, no entanto, "até ao momento, não foram encontrados indícios de crime ambiental".


Assinalando que a situação se tem repetido em anos anteriores e "não é considerada alarmante", a GNR adiantou que o fenómeno se encontra a ser analisado, "sendo ainda prematuro avançar com certezas para eventuais causas da mortandade de peixes naquela albufeira".

GNR Barragem do Divor Arraiolos
Ver comentários