Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

GNR vai fiscalizar transportes de mercadorias perigosas

2400 militares vão fiscalizar a partir de amanhã o transporte de mercadorias perigosas.
17 de Março de 2013 às 16:29

A GNR realiza a partir de segunda-feira uma operação de fiscalização ao transporte de mercadorias perigosas no âmbito de uma ação desenvolvida em vários países da União Europeia, anunciou hoje a corporação.

Uma nota, o comando-geral da GNR adianta que 2.400 militares vão estar mobilizados para operação "mercadorias perigosas", que envolve até quinta-feira 975 ações de fiscalização.

A operação tem o objetivo de verificar as condições em que as matérias perigosas são transportadas e vai realizar-se ao longo de cinco dias nas vias onde se verifica um maior volume de tráfego dos transportes de mercadorias perigosas, adianta a corporação.

Segundo a GNR, a circulação de veículos que transportam matérias perigosas apresenta potenciais riscos, principalmente quando não estão cumpridos todos os requisitos legais exigidos, podendo pôr em causa a segurança dos condutores e de terceiros que circulem nas vias, bem como do meio ambiente.

Para tal, a operação vai contar com equipas do Grupo de Intervenção, Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, que vão realizar, no local, recolha e análise das mercadorias transportadas no sentido de comprovar a sua autenticidade

A operação "mercadorias perigosas" realiza-se no âmbito do planeamento operacional definido pela Euro Contrôle Route (ECR), grupo de serviços de controlo das estradas europeias cujo objetivo é melhorar a segurança rodoviária através do cumprimento das normas de transporte nas estradas.

transporte de mercadorias perigosas GNR operação de fiscalização
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)