Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Governo compra helis para combater fogos

O governo comprou por 44 milhões de euros dez helicópteros ligeiros e médios, à Heliporugal, para combater os fogos florestais. Fora da época dos incêndios, as aeronaves serão utilizadas na vigilância costeira, segurança rodoviária e operações de busca e salvamento.
16 de Maio de 2006 às 00:00
Primeiro incêndio da época destruiu mato no Algarve
Primeiro incêndio da época destruiu mato no Algarve FOTO: d.r.
Os quatro ‘helis’ ligeiros custam 2,2 milhões de euros, valor este que emgloba também o material de apoio e a cedência temporária de aeronaves de substituição. Além disso, cada hora de voo de uma destas aeronaves custará 1.931 euros.
Os seis helicópteros pesados, com o material de apoio e cedência de naves de substituição e manutenção custam 42,1 milhões de euros, enquanto que a hora de võo custa 4, 169 euros.
Entretanto, o primeiro dia da ‘Fase Bravo’ do Dispositivo Nacional de Combate a Fogos Florestais, ficou logo marcado, ontem, por incêndio no Algarve, que ao início da tarde foi detectado por um populr numa zona de mato, junto ao Colégio Internacional de Vilamoura. O combate ao sinistro, que durou cerca de 30 minutos envolveu três corporações de bombeiros: Loulé, Faro e Albufeira. A área ardida é de cerca de 200 metros quadrados.
Ver comentários